Carro na "Banguela" gasta menos ?

Entenda como seu veículo pode gastar mais quando está no ponto morto!


Ponto motor - Entenda

Uma das grandes dúvidas que os motoristas brasileiros possuem sobre automóveis, e que é difícil de se obter informação já que muita coisa se tornou mito, é se utilizar a famosa técnica “Banguela”, ou seja, deixar o carro em ponto morto em um declive, economiza gasolina ou não. Esta pergunta ainda é mais importante nos tempos atuais onde a gasolina esta a cada dia com o preço mais alto, chegando a valores exorbitantes no mercado brasileiro. 


Primeiramente, temos que separar a explicação em duas partes, uma para injeção eletrônica e outra para câmbio manual:


Dirigir em Ponto Morto economiza gasolina na injeção eletrônica?


Não. A injeção eletrônica pode inclusive consumir mais se utilizar o carro em ponto morto em uma descida. Na injeção eletrônica, se o carro estiver em marcha-lenta (ou seja, quando nenhuma marcha esta engatada, apenas deixando o carro na aceleração mínima para não desligar o motor) o sistema resulta em um pedido maior de combustível por parte do sistema comumente chamado de “cut-off”.

Na injeção eletrônica, somente quando é acionada a quinta marcha é que o carro para de consumir combustível. Isso acorre porque na quinta marcha a rotação sobe e fica em uma média de 1.500 a 2.000 rpm. Nesta velocidade (e sem aceleração, logicamente), o sistema “cut-off” entende que o carro está funcionando por meio de embalo, assim travando a passagem de combustível.

Quando o motorista fica em ponto morto, o sistema “cut-off” entende que precisa-se de combustível para dar aceleração ao carro, assim podendo requisitar uma quantidade maior de gasolina. Se o motorista não estiver em ponto morto em algum declive, a central verifica a situação do veículo e diminui o combustível injetado na câmara, assim economizando mais gasolina do que se o motorista estivesse fazendo a famosa “Banguela”.

Antes dos anos de 1990 os principais sistemas dos automóveis, como o motor, eram totalmente mecânicos. Hoje em dia, com componentes eletrônicos, muito mudou no funcionamento do carro, e mesmo em ponto morto, funções como a da embreagem (responsável pela comunicação entre o sistema de transmissão e a caixa de marcha) ainda podem consumir combustível. Ou seja, mesmo com o carro em movimento, a injeção eletrônica continua a enviar as mensagens ao computador resultando no uso de combustível para realizar tal tarefa.

Link da materia completa ( fonte ): https://autostart.com.br/curiosidades/dirigir-em-ponto-morto-ecnonomiza-gasolina/



#gv #GustavoVeiculos

0 visualização

| © Copyright 2019 Gustavo Veículos - Telefones Loja 1: (35) 3722-7937  Loja 2: (35) 3414-0974 |